Erros comuns

Principais problemas que você pode encontrar no plugin de WooCommerce e como resolvê-los.

Habilitando LOGs

Para que seja possível analisar detalhadamente qualquer possível erro encontrado no uso do Plugin, é imprescindível que os LOGs do Asaas estejam habilitados.

Para fazer a habilitação, navegue até o menu de Pagamentos do WooCommerce, disponível em Configurações, e acessando as opções de gerenciamento de qualquer forma de pagamento disponível pelo Asaas, você encontrará a opção "Habilitar LOG" nas configurações, na seção "Log de Depuração"

Basta ativar a flag, e salvar a sua alteração na sequência.

Depois que atualizei o plugin ele parou de funcionar, tem como eu baixar uma versão antiga?

📘

Utilizar uma versão antiga não é recomendado pelo Asaas, você sempre pode entrar em contato com nosso suporte para tentar resolver problemas que estão acontecendo.

Sim, na página do plugin no site do Wordpress, ao clicar em "Panorama avançado" na coluna da direita e rolar até o final da página você encontra um campo para baixar uma versão antiga do plugin.

Ocorreu um erro ao processar seu pedido. Contate-nos.

Esse é o erro mais comum, e ele será gerado sempre que houver alguma falha no processamento ou na comunicação de sua loja com o Asaas para criação da cobrança.

Para analisarmos o erro, é preciso que o LOG de depuração esteja habilitado, conforme indicado na seção anterior desse manual.

Com o LOG já habilitado, e após o erro ser apresentado, você deverá acessar no painel administrativo da sua loja, o menu WooCommerce > Status, e em seguida, acessar a aba "Logs".

Ao acessar a aba de Logs, você visualizará no canto superior direito, um select box por onde poderá navegar entre LOGs distintos.

Todos os LOGs que remetem ao asaas iniciarão com o prefixo "asaas", seguido da forma de pagamento, que pode ser "credit-card" para cartão de crédito, "ticket" para boleto", ou "pix" para Pix.

Nesse caso, você deve selecionar o LOG que corresponda a forma de pagamento que apresentou erro em sua loja, buscando também pelo LOG mais recente. A Data do LOG será apresentada logo na sequência do prefixo, no formato "aaaa-mm-dd".

No exemplo acima, estaremos vendo o LOG de erros em transações de cartão de crédito do dia 25/08/2022.

Com o LOG carregado, vá até o fim do LOG. Caso o erro realmente tenha acontecido, a linha conterá a mensagem "EMERGENCY", seguido do código de erro apresentado na requisição para o Asaas, como no exemplo abaixo:

Com o code retornado pelo Asaas, já poderemos entender um pouco mais sobre a estrutura do problema nas próximas seções.

401 Code

O erro 401 indica que a chave de API que está usando está inválida.

Nesse caso, recomendamos que faça o seguinte: gere uma nova chave de API e refaça o processo de cadastro dela.

Depois de feito esse processo, você pode tentar simular a criação de um novo pedido para confirmar se o problema estará solucionado.

Lembrando também que cada ambiente Asaas possui sua própria chave de API, então, valide se gerou a chave de API no ambiente desejado, e se o ambiente também está informado corretamente nas configurações do Plugin Asaas.

404 Code

Este erro, geralmente ocorre quando a loja é configurada em mais de uma conta Asaas, ou quando a loja foi usada para testes em Sandbox antes da migração para produção.

Como o WooCommerce vincula internamente o ID externo (Asaas) ao cliente, ao fazer a troca da conta Asaas, é preciso limpar todos os metadados salvos para que não ocorram conflitos entre IDs de clientes em ambientes ou contas distintas.

Para resolver, será preciso acessar o banco de dados da sua aplicação e rodar a seguinte query:

delete from wp_usermeta where meta_value like '%cus_000%';

Isso removerá os dados antigos e evitará novos conflitos.

500 Code

O erro 500 indica que fizemos o disparo, mas seu sistema nos retornou um erro genérico. No caso do WooCommerce, os motivos mais comuns para este erro são o token de autenticação estar diferente em nosso sistema e no do Wordpress, ou o aplicativo estar desatualizado.

Caso esse erro ocorra, certifique-se de que está usando a última versão do Plugin do Asaas e do WooCommerce, e recadastre seu token de autenticação no Asaas conforme consta nas configurações do plugin. Após isso, basta reativar a fila e aguardar o retorno.

📘

O erro acontecerá apenas quando os mesmos dados de cliente forem informados para compras em ambientes distintos, uma vez que o ID da primeira compra já estará armazenado.

Pedido pago não atualizou Status

Para que a atualização de status do pedido aconteça automaticamente conforme pagamento/vencimento, é preciso que os Webhooks estejam configurados e em funcionamento. Se não realizou a configuração, navegue até a seção "Configuração dos Webhooks" desse manual para mais detalhes.

Caso os webhooks já estejam configurados, o primeiro passo para análise do problema é acessar através de sua conta Asaas, os LOGs de webhook enviados. Para isso, vá no menu de usuário e acesse a opção Integrações, depois vá até a aba "Webhooks" e escolha o "Webhook para cobranças".

Se o campo "Fila de sincronização ativada?" estiver "Não", indicará um problema, e você poderá acessar a aba "Logs de Webhooks" para visualizar as respostas.

Ao abrir o LOG, visualize na coluna "Detalhes" o motivo do erro. Você pode ver mais detalhes de como resolver o erros acessando o guia de fila pausada.

Bloqueio do firewall do Cloudflare

Caso você utilize Cloudflare e esteja enfrentando problemas com bloqueio dos Webhooks, siga estes passos.

Erro "Não há métodos de pagamento disponíveis" no Checkout (Tela de pagamento)

Desde a versão 8.3 do WooCommerce, um novo mecanismo de blocos de carrinho para a tela de pagamento foi implantado, o que pode gerar conflitos em plugins que ainda não foram compatibilizados com essa estrutura (assim como nosso).

Atualmente, os plugins compatíveis com esses blocos são fornecidos pelo próprio WooCommerce. Em sua maioria, tem apenas suporte para outros países.

Estaremos trabalhando internamente para resolver com a maior brevidade possível, mas para fazer a correção basta acrescentar um trecho de shortcode na página de checkout utilizando o Gutenberg (editor de páginas padrão do Wordpress).

Para isso, no seu painel Admin do Wordpress, vá até o menu Páginas > Todas as Páginas. Localize a página de "Carrinho", ou "Finalização de Compra".

Ao acessá-la, basta informar o shortcode [woocommerce_checkout]. Ficando da seguinte forma:

Dessa forma, estará retornando para a estrutura anterior dos blocos de carrinho e resolvendo a situação.

Outros Erros

Caso esteja enfrentando erros ou tenha dúvidas sobre as configurações a serem realizadas, entre em contato conosco.