Introdução

Ao ativar o Webhook, sempre que houver alterações nos recursos integrados, será feito uma requisição POST para o endereço configurado, contendo o evento e o recurso envolvido.

❗️

Atenção

  • O Asaas guarda eventos de Webhooks por 14 dias. Você receberá um e-mail caso haja algum problema de comunicação e seus Webhooks pararem de funcionar.
  • Caso sua fila seja pausada, é de extrema importância que você resolva qualquer problema para evitar perder informações importantes.
  • Os eventos que estiverem mais de 14 dias parados na fila serão excluídos permanentemente.

Habilitando o Webhook

Para ativar os Webhooks você deve acessar a área de Integrações do Asaas, na aba de Webhooks, e informe a URL da sua aplicação que deve receber o POST do Asaas. Lembre-se de selecionar a versão da API "v3" ao habilitar o Webhook.

Retornando HTTP 200

Para que o Asaas considere a notificação como processada com sucesso, o status HTTP da resposta deve ser 200. A sincronização é feita a cada 30 segundos, e caso seu sistema falhe em responder HTTP 200 15 vezes consecutivas, a fila de sincronização será interrompida. Novas notificações continuam sendo geradas e incluídas na fila de sincronia, porém não são enviadas para a sua aplicação. Após certificar-se que seu sistema responderá HTTP 200 para o Asaas basta reativar fila de sincronia acessando a área Minha Conta, aba Integração, todos os eventos pendentes serão processados em ordem cronológica.

Token de autenticação (opcional)

Há também a opção de utilizar um token para autenticar as requisições vindas do Asaas. Este token pode ser informado na área Minha Conta, aba Integração. O token informado será enviado em todas as notificações no header asaas-access-token.